7 Óleos Essenciais Seguros para seu Bebê e Como Usá-los

Por Cris Marcondes

Se você me acompanha há algum tempo sem dúvidas você já sabe que existem centenas de formas de uso dos Óleos Essenciais para promover o bem-estar físico e emocional, ou seja, desde o tratamento de queimaduras na pele até mesmo para aliviar o estresse e relaxar a mente, e, você pode encontrar aqui no nosso blog mesmo vários desses tratamentos.

Hoje atendendo o pedido de algumas mamães que me acompanham, eu preparei esse artigo aqui com os 7 Óleos Essenciais que eu usei no meu filho e que você também pode usar com segurança no seu bebê. Mas antes disso, é extremamente importante eu te dizer que você só pode usar esses produtos naturais no seu bebê após ele completar 3 meses e principalmente, que você deve usar óleos essenciais de qualidade, grau terapêutico e 100% puros.


Infelizmente hoje existem muitos Óleos Essenciais sendo estão amplamente vendidos que não tem procedência. Por isso, antes da compra verifique os rótulos dos produtos para ter a certeza de que você está usando óleos essenciais puros, de qualidade e autênticos. Óleos Essenciais que são pré-misturados com álcool podem ser irritantes pro seu bebê. Você também deve evitar essências, ou seja, fragrâncias sintéticas, que são completamente diferentes dos óleos essenciais, e não trazem benefícios para a saúde e podem ser irritantes para a pele.

A dica de ouro aqui é: desconfie se o Óleo Essencial for muito barato.

Com essa dica, você pode comprar óleos que podem ajudar a estimular o sono, acalmar a seu bebê e até mesmo aliviar os sintomas da cólica. E pra que você consiga os resultados esperados com total segurança, é extremamente importante você entender os benefícios de cada Óleo Essencial e as taxas de diluição e os métodos de aplicação adequados pro seu bebê.

Quais Óleos Essenciais Usar?


Cada óleo essencial tem a sua particularidade e por isso, além da recomendação na hora da compra dos Óleos Essenciais eu quero te recomendar que você siga as taxas de diluição e as aplicações que eu vou passar pra te aqui, mas a principal delas é que bebês nunca devem ingerir Óleos Essenciais. A ingestão de óleos essencial pode ser feita apenas por adultos e com Óleos Essencial específicos, mas nunca deve ser usado para bebês.


undefined

1. Camomila (Matricaria chamomilla ou Chamaemelum nobile)

A Camomila Alemã e a Camomila Romana são óleos essenciais suaves que podem ser benéficos para os bebês que têm problemas para dormir. A camomila tem efeitos calmantes naturais e é tradicionalmente usada para tratar a insônia em bebês e adultos. Camomila, juntamente com lavanda, também podem aliviar os sintomas da cólica.

2. Limão Destilado (Citrus limon)

O Óleo Essencial de Limão Destilado pode ajudar a despertar seu pequeno logo pela manhã ou ainda após a soneca da tarde dando mais ânimo pra deixar ele gastar toda energia e descansar a noite junto com você. Mas fique atenta! Você precisa usar o Óleo Essencial de Limão Destilado, não pode ser o prensado, pois o limão prensado pode ser um potencial fotossensibilizador, enquanto o limão destilado não causa irritação na pele do seu bebê.

3. Aneto (Anethum sowa)

Aneto também conhecido como Endro é um óleo calmante e antiespasmódico que pode ajudar a aliviar a indigestão e as cólicas. Para usar esse Óleo Essencial, diluia o Aneto em uma proporção de 1 gota por colher de chá de óleo de amêndoas, misture bem e massageie a mistura na pele do bebê.

4. Eucalipto (Eucalpytus radiata)

O Eucalipto é um expectorante natural que pode ajudar a desobstruir o congestionamento respiratório. Isso torna o eucalipto o favorito durante os meses frios do inverno.


Nota: Eucalpytus radiata é uma espécie diferente do comumente encontrado Eucalyptus globulus. Crianças e bebês devem usar Eucalpytus radiata, o Eucalyptus globulus pode ser usado em crianças apenas em acima de 2 anos de idade.

5. Lavanda (Lavandula angustifolia)

O Óleo Essencial de Lavanda tem muitos efeitos calmantes e sedativos. Uma massagem com óleo de lavanda pode ajudar a relaxar um bebê agitado e estimular o sono e ainda aliviar as crises de cólicas. Esse Óleo ainda pode ser usado para aliviar picadas de insetos e reduzir a coceira.

6. Tangerina (Citrus reticulata)

A tangerina tem efeitos calmantes semelhantes à lavanda, tornando-se uma ótima alternativa noturna para seu bebê. O doce aroma da tangerina é melhor que outras variedades de laranjas, porque não é fototóxico. Isso significa que, mesmo quando diluído esse óleo não causa irritação na pele.

7. Tea Tree (Melaleuca alternifolia)

O Óleo Essencial de Tea Tree é um antimicrobiano natural, antifúngico e desinfetante. Adicionar algumas gotas de Tea Tree a um Óleo de Amêndoas puro pode ajudar com assaduras e infecções fúngicas. O Tea Tree é um óleo mais forte e por isso deve ser evitado em bebês com menos de 6 meses de idade e precisa ser testado antes de usar em bebês mais velhos.



undefined

Como usar deve usar?

Os óleos essenciais são extremamente potentes e por isso devem ser diluídos em um óleo ou creme neutros sem cheiro quando usados ​​na pele.


A diluição é especialmente importante para bebês e crianças pequenas. Para bebês com mais de 3 meses, a   National Association for Holistic Aromatherapy (NAHA) recomenda uma taxa de diluição segura de 0,5 a 1%, em comparação com uma diluição de 2,5 a 10% para adultos. Como os bebês têm uma pele mais sensível do que os adultos, a American Association of Naturopathic Physicians observa que os óleos essenciais não devem ser usados ​​em bebês com menos de 3 meses de idade.


Mesmo quando diluídos, alguns desses Óleos Essenciais podem causar irritação, por isso é importante que antes do uso você faça um teste de sensibilidade no seu bebê, ou seja, faça um teste de contato com cada Óleo Essencial que você for usar. É bem simples... prepare o óleo na diluição indicada aqui (0,5 a 1%), coloque uma gota em um algodão e passe no "peito do pé" do seu bebê por três dias seguidos no mesmo horário e local. Observe diariamente se a pele do seu bebê ficou irritada com aquele Óleo Essencial, caso tenha alguma irritação lave na hora e não use mais esse Óleo Essencial pro seu bebê.

Uso de um Óleo Base

Os Óleos Vegetais como óleo de coco, óleo de semente de uva e óleo de amêndoa doce são óleos base mais usados ​​que se misturam bem com óleos essenciais. Eles também trazem suas próprias qualidades hidratantes e ajudam a nutrir a pele do seu pequeno.
Para misturar, dilua um óleo essencial na proporção de 0,5% de óleo essencial para óleo base (1 gota de óleo essencial pra 10 mL de óleo base). Agite vigorosamente para misturar. Quando os óleos estiverem completamente misturados, faça um teste de contato na perna ou braço do bebê para garantir que a mistura não seja irritante.


Difusor

Os difusores elétricos à base de água são uma maneira segura e que vão deixar a qualidade do ar da sua casa perfeita por pra evitar problemas respiratórios. Use no máximo 7 gotas de óleos essenciais em 200 mL de água no seu difusor


Ao experimentar um novo óleo essencial ao redor do bebê, teste por uma hora apenas para garantir que não ocorra irritação.

 
Gostou? Quer aprender mais sobre o uso dos óleos essenciais para melhorar a sua saúde?

Você sabia que os óleos essenciais também podem ser usados para ajudar nos casos de dores, inflamações, infecções na pele, problemas respiratórios ou disfunções metabólicas como a diabetes? 

E ainda podem agir na redução de celulites, estrias, rugas e rejuvenescimento facial?


Se você quer aprender a fazer mais receitas com esses produtos 100% naturais para te ajudar com dores no corpo, dores de cabeça, estres, ansiedade, insônia, TPM, pressão alta, problemas intestinais entre outros, clique no botão abaixo para assistir um vídeo e aprender mais.
 

undefined

Sobre a autora:

Cris Marcondes é farmacêutica e atua há 11 anos chefiando equipes de desenvolvimento de medicamentos em multinacionais da área farmacêutica.  Há 5 anos começou a estudar e a desenvolver diversas fórmulas com óleos essenciais para uso pessoal – óleos relaxantes, cremes e sabonetes terapêuticos, aromatizantes para o sono e diversos produtos para seu marido e filho. Hoje divide seu tempo escrevendo sobre suas experiências e ensinando outras pessoas a melhorarem suas vidas com óleos essenciais. 


Nota: As informações fornecidas neste artigo foram retiradas da experiência da autora. São de caráter informativo e não se destinam a substituir tratamento de seu médico ou de outro profissional de saúde. 

Referência bibliográfica

1. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22435980

2. http://www.naturopathic.org/content.asp?contentid=225

3. https://naha.org/index.php/explore-aromatherapy/safety/